Cerveja faz bem siiiim!

Abra mais uma cerveja, a saideira (sei…), e leia esse texto sem qualquer complexo de culpa por esvaziar o copo. Abaixo, confira oito benefícios que o consumo moderado da bebida pode proporcionar à sua saúde – ou oito contra-argumentos às críticas de esposa, mãe, filhos ou quem mais possa se preocupar com você.
 
1. Barriga cheia; coração feliz
 

As propriedades cardiovasculares do vinho costumam ser brindadas com frequência pelos enófilos. Pois, bem: você, bebedor de cerveja, pode erguer a sua caneca com o mesmo orgulho de quem levanta uma taça com a ponta dos dedos.

Diversos estudos apontam que a sensação de felicidade proporcionada pela cerveja, tal qual ocorre com o vinho, ajuda no combate a doenças cardiovasculares, como a hipertensão – o risco seria reduzido em aproximadamente 40%. Há ainda quem aponte que a bebida aumenta o nível de HDL, o chamado colesterol bom, no sangue, além de oferecer vitamina B6 ao corpo.
 
As benesses são válidas, evidentemente, para quem aprecia com moderação.
 
2. Ossos mais fortes
 

Por conter silício em quantidade considerável, a cerveja atua como um agente antienvelhecimento protege o seu sistema esquelético. Ou seja, evita ou retarda complicações como a osteoporose. A bebida ainda colabora no combate à artrite reumatoide, a inflamação das articulações.

 
3. Aliada contra o câncer
 
Desta vez, um dos heróis é o antioxidante Humol, de nome científico Xanthohumol, presente na cerveja e com propriedades anticancerígenas. Nos Estados Unidos, um grupo de pesquisadores da Universidade de Idaho se propôs até a estudar a extração de outra substância, a humulona, do lúpulo para a fabricação de medicamentos.
 
No caso do câncer, no entanto, a ressalva quanto à moderação no consumo da cerveja precisa de grifo. O efeito é comprovadamente o contrário em caso de exagero.
 
4. Cérebro saudável
 
Mais de uma pesquisa aponta a cerveja como arma contra o Mal de Alzheimer. O risco de ter uma doença mental seria reduzido em até 20% para os bebedores moderados. Para a American Stroke Association (Associação Americana do Derrame), também há diminuição de 50% de chances para casos de acidente vascular cerebral (AVC), pelo fato de a bebida deixar as artérias mais flexíveis, menos propensas à formação de coágulos.
 
5. Os rins também agradecem
 
Quem bebe cerveja tem uma probabilidade menor de desenvolver cálculo renal. Como a bebida é constituída por bastante água, hidrata o corpo, auxilia no bom funcionamento dos rins e na produção de urina como diurético.
 
6. Fonte de vitaminas
 
Rica em vitaminas do grupo B, além de conter ácido fólico, a cerveja trata a caspa e serve para a regeneração e a hidratação da pele e ainda previne a anemia.
 
7. Um favor ao sistema digestivo
 
A sua cerveja contém fibras solúveis, que limpam o trato digestivo. A bebida gaseificada também ajuda a aliviar a dor de uma estomatite – se você sofre de úlcera gástrica, contudo, obviamente é mais do que aconselhável não ingerir álcool.
 
8. Xô, estresse!
 
Se o estresse é o mal do século, a cerveja é o bem. Você conhece algum relaxante melhor? E aquela saideira, aliás? Já tomou?

 

Etiquetas:

X
- Insira seu local -
- or -
Beercapp
Comparar ítens
  • Total (0)
Comparar
0